SECVGAF entra na Justiça e trabalhadora será indenizada em 10 mil reais

 

O Tribunal Regional do Trabalho da 07ª Região concedeu decisão favorável  à ação ajuizada pelo SECVGAF em benefício de uma trabalhadora em Supermercado, injustamente demitida e processada.

Durante o trabalho, a ex-funcionária, que exercia a função de fiscal, foi acusada de furtar R$ 10,00, sendo, na ocasião demitida por justa causa. A empresa ainda realizou queixa-crime contra a mesma gerando dano moral.

O Supermercado ganhou em primeira instância e o Sindicato recorreu, obtendo indenização de R$ 10,000.00 (dez mil reais) em benefício da trabalhadora. O relator definiu sua decisão, considerando a atitude da empresa em demiti-la por justa causa, por apresentar denúncia na delegacia e abrir inquérito policial.

“O trabalhador tem que saber que o sindicato trabalha incessantemente para que seja feita a justiça. Nesse caso, a trabalhadora sofreu sérias consequências pois foi demitida por justa causa cumulada com a apresentação de queixa-crime”, afirmou o Advogado do SECVGAF, Dr. Roberto Alencar.

O processo ainda cabe recurso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + dezenove =